05 out 2011

Meu mini jardim de varanda!

Post por Beta Bernardo às 03:37 em Beta Bernardo, Handmade

Eu sempre gostei de plantas!! Adoro jardins e num dos meus devaneios de querer estudar tudo que existe, já pensei em estudar paisagismo. Admiro a arte de criar um jardim com simetria, harmonia e combinação de cores e espécies! Assim que saí da casa dos meus pais eu comprei uma planta! Um vaso grande, pesado, que eu sozinha não conseguia colocar no carro. Era um buchinho. Sempre tive o maior xodó com ele, que durou mais de 3 anos. Ele quase secou, foi atropelado, trocado de vaso, quase deixei ele num quiosque de plantas pra ser cuidado por quem entende… mas durante um bom tempo ele foi bonito e redondinho! Que fim levou? Juro que não me lembro. Eu tenho uma amnésia defensiva e não me recordo se ele morreu ou se o deixei na casa qdo me mudei. Fato é que adoro plantas e durante algum tempo eu tava sempre comprando uma nova. Trabalhava perto de um horto no Centro e a volta do almoço era sempre uma tentação. E muitas vezes voltei com um vasinho novo pra casa!!
Hoje compro menos. Meu tempo pra elas diminuiu e meu espaço tb! Mas a paixão continua e pelo menos um tempinho eu tiro pra elas. Meta? Uma mini horta na varanda! Meta pra breve e que prometo mostrar aqui. Outra meta? Um bambu mossó! Sou apaixonada por ele! Mas as condições de sol anteriores não permitiam que eu o tivesse. Agora dá pra ter, já que pela manhã o sol sempre vem bater na janela do meu quarto minha varanda. Mas hoje minha realidade é bem menor, embora divertida! rs. Tenho um mini jardim na minha varanda. 
Em muitas festas infantis que vou, seja como convidada ou fotógrafa, no centro de mesa está o kalanchoe, ou flor da fortuna! E claro, sempre que possível elas vão parar na minha varanda!!
Eu tenho 4 kalanchoes… um bem novinho, esse da foto acima, com pouquinhas florzinhas vermelhas e muitos brotinhos Outros mais antigos, meio capenguinhas, mas que vou cuidando pra que logo floresçam novamente!! A amarelinha lá do alto já foi capenguinha que nem essa rosa na lateral da foto ai de cima, mas com cuidado, poda e carinho, ela levou uns meses e se encheu de brotinhos e flores!!! Persistência é a palavra!!
Eu posterguei o cuidado com as plantinhas por umas 2 ou 3 semanas. Viajei, trabalhei loucamente, vivi um pouco e elas ficaram lá quietinhas me esperando. Como podem ver o estado de algumas tava precário… poda urgente!! Água eu sempre colocava, mas os cuidados…
Nesse sábado, enquanto me concentrava pra ir ao Rock in Rio e esperava meus hóspedes aqui em casa, eu sentei na varanda e cuidei de uma por uma! 4 kalanchoes e 2 pimenteiras!
Vamos ao passo a passo de como eu cuidei. Lembrando que não estudei jardinagem, sou leiga, não há embasamento científico, apenas minha intuição e meu bom senso (se é que existe! rs).
O Kalanchoe Vermelho
Essa é a mesma da primeira foto do post. ainda com muitas flores, nas cheia de florzinhas secas. Desde que ela floresceu eu ainda não tinha cuidado dela.
Como ela ainda é nova, o cuidado se baseou em retirar as florzinhas secas.  Sem mistério!! Vá com a mão mesmo, bem delicadamente, e só em pegar nelas elas vão se soltando. Não precisa forçar.
Como nesse caso era um galhinho inteiro que estava seco eu o cortei. O ideal é usar uma tesoura e não forçar a quebra do galho. Alguns de você pegar vc sente que ele vai sair bem na interseção com o caule maior. Sendo assim não há problema.
Aqui a gente percebe bem onde termina o caule são e onde ele começa a ficar seco. É aí que eu corto!!
 Aqui ela já podadinha, sem galhos e flores secas!!!
O Kalanchoe Rosa
Muito caquético, coitadinho. Mas logo ele vai ficar só nas folhas lá de baixo e se preparará pra florescer de novo!!! Vamos cuidar dele!
 Aqui onde eu corto o caule! No futuro bem próximo esse caule maior vai estar ruim tb. Mas como na ponta dele ainda tem flores e folhas sãs e novas, eu deixei e cortei só o menor que tava todo ruim!
Viu, flores sãs, brotinhos e flores secas, todos juntos. É tirar cuidadosamente o que tá ruim e deixar que a natureza se encarregue do restante!
 Ela depois dos cuidados intensivos!!
O Kalanchoe Rosa 2
Mais caquética ainda! rs. Mas bem mais perto de ficar no ponto pra esperar sua próxima temporada das flores!!
Eu não uso técnica de adubo pra elas. Estão todas em seus vasos originais, com suas terras originais. O que faço é formar uma microflora com as flores da poda. Mantém a umidade, protege, a decomposição delas ajuda a adubar a terra e forma um lugar propício pra micro fauna que existe ali.
Só um buquezinho!!! Vou cuidar dele enquanto estiver ali!! No resto? Tesoura!!! 
Ela podadinha. Quando o buque murchar e o caule, que já tá fraquinho se for, serão só as folhas! E aí… nada de se desfazer!!! É hora de cuidar normalmente e esperar o tempo dela florescer novamente!!!
As pimenteiras
Uma casa minha que se preze tem que ter pimenteira!!! Adoro!!!
Essa aí eu comprei!!! Veio toda cheia de pimentas, vistosa, mas elas foram secando! [Que bom, seca mermo, minha filha! Puxa tudo de ruim!] Sobrou aquele fruto seco e sofrido lá!! Na verdade ela morreu toda!! O caule tá sequinho!!!
Na frente é uma nova pimenteira… vou contar!
Assim que as pimentas começaram a secar eu as tirei e as replantei!! É assim que se planta pimenta, de frutos secos!!! Dentro são várias sementinhas e qdo vc planta logo percebe um monte de pimentinhas nascendo! Fofo!!
Aqui o caule extirpado!!
Ficou bem mais bonitinho assim, né? Agora é esperar crescer e aparecer! 
A Pimenteira Bernardo – Vulgo matagal
Dá pra ver a pimenteira crescendo ao fundo, mas tb tem um monte de matinho ai!! Na verdade, nesse vaso, que tinha alguma margaridinha de festa infantil, eu plantei sementes de amor perfeito e depois a pimenta. O matinho tenho quase certeza ser o amor perfeito… mas como tava todo espalhado e a pimenteira foi mais rápida e se apossou, tive que escolher!! Arranquei o amor perfeito (sem trocadilhos!). Mas já tô providenciando novo vaso e novas sementes… quero ver crescer um novo amor perfeito aqui em casa! ;))
Meu ex amor perfeito!!! 
Aqui a mesma coisa, folhinhas secas pra fazer a caminha perfeita pra minha pimenteira crescer vistosa!!! Mas será que vcs percebem um intruso na foto????Eu tb não tô achando (hahaha) Mas na hora da foto tinha um pulgão! Bichinho branco que suga a seiva, uma espécie de praga! Catei e matei alguns… tinham poucos!
Aqui a pimenteira com a casinha toda pra ela!! Só esperando os frutos!!!
E assim foi meu momento jardineira!! Depois disso todas foram regadas e arrumadas na bancadinha de novo! Breve terei uma floreira e vou replantar todas… espero que aguentem.
Aqui como ficou depois de tudo limpinho…
Agora, depois de tanta foto… algumas dicas pra cuidar dos kalanchoes.
Características do Kalanchoe
  • Os kalanchoes são da família das suculentas. Suas hastes e folhas são gordinhas, armazenam água. Por isso mesmo não é preciso rega em excesso… nem deve!
  • Tem floração abundante, organizada em buquês de pequenas flores.
  • Precisa de muita luminosidade.
  • Época da floração é entre o fim do outono e inicio da primavera, mas eu acho que dá pra ter florzinhas o tempo todo!!
  • Pra poda, nada complicado, mas para manter o visual bonito, retire as hastes à medida que as flores vão murchando. Como eu fiz aí em cima o tempo todo!
  • Pra replantar eu li que basta usar os brotos que surgem nas bordas das folhas adultas. Quando eu comprar a floreira vou tentar e se der certo aviso!
  • Como vou replantar, essa informação é importante: Mistura – 1 parte de terra comum, 1 parte de terra vegetal e 2 partes de areia. (Sei lá se vou respeitar… sou relapsa e desobediente! rs) 
      Rega
  • Pouca água, duas vezes por semana no verão e uma vez no inverno
  • Colocar o vaso onde possa receber sol e vento. Importante receber luz solar direta algumas horas por dia.
  • Não use água fria, isso causa manchas nas folhas. [Atesto e dou fé!]
  • Evite molhar as folhas e principalmente as flores, porque muitas vezes podem apodrecer.
  • deve-se regar com pouca água, o suficiente para que um pouco escorra no pratinho. Não se deve encharcar o vaso, ou deixar muita água no pratinho, pois causa apodrecimento de raízes.   
 Cuidados com as Pimenteiras
  • As regas devem ser regulares, mas o ideal é retirar o prato do vaso. A pimenteira não gosta de ficar encharcada mas se deve evitar que a terra fique completamente seca, o ideal e manter a terra sempre úmida.
  • Importante receber luz solar direta algumas horas por dia.
  • Fique atento: depois de dar frutos, ela começa a murchar cada vez mais. “O processo de frutificação exige muita energia da planta e, portanto, após sua frutificação o ideal é realizar o replantio, a poda de galhos e folhas secas ou mortas, adubar e manter as regas diárias” – Isso foi exatamente o que eu sempre observei e sempre fiz! Algumas vezes consegui aumentar a durabilidade delas, outras vezes, como foi o caso dessa, não rolou. É preciso dar atenção pra ela! ;))
  • Fonte: Como cuidar da Pimenteira
E é isso… espero que tenham gostado e incentivado vocês um pouquinho a cuidar de suas plantinhas. Assim que minha floreira estiver pronta eu mostro aqui… a mini horta de temperos tb… espero que seja logo! rs
E fica a dica pras mamães festeiras… quando optarem pro plantinhas nos centros de mesa, optem pelos kalanchoes… eles são cultiváveis. Aquelas margaridinhas não tem salvação. Umas vez floridas, elas secam, morrem e não florescem mais!! Assim seus convidados terão sempre uma plantinha viva pra cuidar! E você pode personalizar num cartãozinho a forma de cuidar da plantinha que ele tá levando pra casa. Pensem nisso! ;))
Ahhh… vale falar que todas as fotos do post foram feitas com celular. Tem sido a forma que eu mais tenho gostado de fotografar… descompromissadamente!! 
Bjs, boa quarta e até semana que vem… com convidada!!
Beta


17 Responses to "Meu mini jardim de varanda!" | Add yours »

  1. out 05, 2011 @ 10:19 {Responder}

    amiga! vou fazer as isntruções de cuidado pras que vão ficar na festa do Felipe! muito boa idéia!
    como fotografa não senta muito, vou guardar uma pra você, ok?!
    e vi uns vasinhos pintados com tinta lousa, dá pra escrever neles e fica super bacana!
    beijos
    Bia

  2. out 05, 2011 @ 11:16 {Responder}

    Amei o post de hoje, Beta !!
    Inspirador… Ainda mais com este solzão que está fazendo aqui no RJ…
    Eu estava precisando de uma aula de jardinagem mesmo ! Tenho mania de afogar as plantinhas da minha varanda, sempre acho que elas PRECISAM de mais água… Rsrs
    Bjnhs, Flávia Thomé

  3. out 05, 2011 @ 11:23 {Responder}

    Nossa, quantas dicas legais :)
    Tenho como projeto para curto prazo fazer uma hortinha em casa.
    Você sabe quais são as plantinhas de horta mais resistentes???
    Beijos.

  4. out 05, 2011 @ 11:56 {Responder}

    Adorei o post primaveril!
    Ao contrario de vc nao tenho essa atração toda com plantas/flores. As que tem lá em casa foi Fábio que comprou. e ele quem cuida…agora junto com arthur! Fofo ver ele levando Arthur pra regar as plantinhas. rs

    Adorei o post!

    Depois faz um com a pimenteira cheia de pimentinhas!!

    bjs

  5. out 05, 2011 @ 12:07 {Responder}

    Adorei o post
    tem varias dicas..
    aqui em casa eu e o marido estamos começando uma horta
    estamos enterrando lixo organico de inicio
    amo verde em casa fica tao fofo
    adoro violetas!!!

    beijos

  6. out 05, 2011 @ 13:14 {Responder}

    Oi Betaaaa… tudo bem?
    Não posso ver uma chamada prá um “POST verdinho” que tenho que ler correndo… não consigo deixar prá mais tarde… hehehe…
    Pelo visto você é das minhas… quando a plantinha está capenga, dá um jeito de ressuscitá-la e jamais jogar no lixo, né?
    Também cuido das minhas kalanchoes como você. E elas sempre que devolvem flores lindas!
    Eu também tenho minhas plantinhas e minha hortinha na varanda… agora com majericão, salsinha, cebolinha, alecrim, morangos e até um pé de figo… :-)
    E vira e mexe tem passarinhos no pé de romã também… visitas ilustres!
    Ah… e uma época já tive até um pézinho de amoras… era meu xodó!
    Mas depois ele cresceu demais e tive que doá-lo prá uma amiga plantar na chácara dela…
    Menina, esses dias enfim fui ao Ceagesp aqui em SP no dia das plantinhas… e quase enlouqueci… rsss… Comprei 3 orquídeas novas e mudinhas que ainda preciso plantar de sálvia, orégano, tomilho-limão, coentro e tomate cereja.
    E também uns cachepôs e bichinhos de espetar nos vasos… affe… quase pirei… e só não comprei mais porque não conseguia carregar… kkkkk…
    Ah… e estou secando sementes de 3 tipos de tomatinhos e pimentão e logo vou semeá-los.
    Eu acho liiiindos os pés de pimenta, mas eu não tenho porque meu filho pequeno poderia mexer e aí já viu a ardência, né?
    Enfim… esse assunto me agrada muuuuuuito… adooooro…
    E se quiser ver alguns posts verdinhos também, dá uma olhadinha lá no blog que tem vááários…
    Ahhh… eu não moro em casa não viu… moro num Apto com uma varanda de 1,5 por 2 metros, que eu carinhosamente chamo de quintal… :-)
    beijinhos e muito verde prá você!

  7. out 05, 2011 @ 13:24 {Responder}

    Lívia, como disse no post, eu vou fazer a mini horta… vou tentar, nunca fiz! Qdo eu tiver a experiência eu conto aqui, ok?

    Rô… adorei! Vou ver seus posts verdes! Eu morava em casa e era delicioso ter os beija flores e outros passaros por perto. Eu cuidava até de filhotinho de rolinha! rsrsrs. Aqui na casa nova é terra de quero quero, pássaro grande que não vem na varanda! Vou arrumar um beija flor e tentar criar ele solto na minha varanda! hahaha. Vou no horto em breve, trago o bambu, a floreira e as mudinhas pra mini horta! Dou notícias assim que tiver o que mostrar! ;))

    Obrigada pelos comments, meninas, adorei! Que bom que curtiram e se inspiraram!!

    Bjs, Beta

  8. out 05, 2011 @ 13:56 {Responder}

    Bacana o Post!!! Eu tenho que cuidar das minhas flores!!! Estão cheias de uns bichinhos brancos bem pequenos e não quero usar inseticidas. Alguma dica? Bjos

  9. out 05, 2011 @ 13:59 {Responder}

    Oi, Sérgio!! Sabia que ia curtir, já falamos tanto dos nossos mini jardins, né? rs. Os bichinhos brancos são os pulgões. Eu ainda não consegui uma solução prática pra eles. Já ouvi dizer de fumo de rolo e tal… mas não é pra mim. Como aqui eu tenho pouco, aparece um ou outro eu mato um a um. Vou no horto esses dias e vou conversar com o povo lá. Trago uma proposta de solução pra gente! ;))

    Beijos!

  10. out 05, 2011 @ 19:48 {Responder}

    Beta,
    Adorei o post! Confesso que lá em casa quem cuida das plantas é o Fábio, eu nunca lembro de molhar e as coitadas morrem todas esturricadas e tostadas pelo Sol na minha varanda… Negação! Só que gosto tanto, que não tem uma festa que eu não leve um florzinha para casa! Vou colocar a ideia do como cultivar em prática na festa da Duda, curti de montão!
    Por último, revela o segredo e conta qual o aplicativo que vc usa para fazer estas fotos lindas com o celular?! O aplicativo dá esta escurecida nas bordas e este ar envelhecido ou isso é coisa de Beta Bernado?
    beijos,

  11. out 05, 2011 @ 21:20 {Responder}

    Cheiiiiiiiiiiiiiia de dicas ! Adorei.
    Amo minhas plantinhas. Minhas mini rosinhas estão brotando dinovo.

    Bjo

  12. out 05, 2011 @ 21:40 {Responder}

    Kalanchoes??? Quanto mais eu aprendo coisas, mais descubro que nada sei. Mas gosto muito. De ver, de ter em casa, de admirar através das fotos de celular também. Flores são expressões sinuosas daquilo que o divino transformou em ser vivo. bjss

  13. out 07, 2011 @ 12:42 {Responder}

    Que coisa mais linda esse jardim! Adorei as dicas@
    Um beijo e ótimo final de semama,
    Lets

  14. out 08, 2011 @ 16:49 {Responder}

    Fui ao Centro do RJ, lembrei de uma loja e acabei passando por lá, Casa Progresso, na Rua Buenos Aires, 81 – Centro. Há um agrônomo de plantão com orientação gratis!!
    Ele me orientou através da descrição do meu problema e disse que seria melhor se eu tivesse levado a planta ou a praga para ele ver.
    Comprei 2 produtos usados em produção orgânica!! É só usar nas doses e periodos indicados!! Um chamado NEENMAX, que é um iseticida orgânico formulado com óleo extraído da árvore do Neem, para acabar com as pragas. O outro, que já tinho sido indicado por um amigo que tem uma horta, se chama Fert I Fish, que é um fertilizante organomineral à base de pescados marinhos fermentados (ainda não usei e não sei se fede).
    É sempre bom avisar que o uso desses produtos em doses e periodos errados é perigoso e prejudicial a saúde.
    Para quem é do RJ, gostei da ideia de levar a planta ou praga para dar uma voltinha no Centro e voltar com uma solução indicada por um profissional qualificado!!
    Sobre as dicas para horta, segue o link: http://casaeimoveis.uol.com.br/album/horta_organica_album.jhtm#fotoNav=2
    Bjo

  15. vera
    jun 07, 2012 @ 20:47 {Responder}

    ola …gostei muito da sua esplicaçao, sobre a kalanchoi…estava mesmo procurando…muito obrigada…valeu…

  16. Mariana
    dez 22, 2012 @ 14:40 {Responder}

    Olá, estava eu passeando pelos sites de flores e cuidados, procurando algo que me ajudasse a cuidar de minhas amadas kalanchoes….e sinceramente, mesmo sem ser florista ou jardineira ou qualquer coisa do tipo( acredite ou não…) o seu blog foi o que mais me ajudou!!! bjs

  17. Cássia
    mai 24, 2013 @ 13:15 {Responder}

    Adorei os seus comentários e as fotos de como você faz (passo a passo).
    Tenho várias flores deste tipo e outras estou começando agora mais esta super bonitinho.
    Obrigada pelas dicas.

Leave a Comment





  • * required